Sobre Amor e Serviço

Thumbnail

O mais poderoso OM Chanting em que participei foi incrivelmente simples. Não se tratou de um Maha OM Chanting, não foi num dia de lua cheia, nem aconteceu num sítio especial. Aconteceu numa pequena sala, num vila no Colorado, numa noite aparentemente calma.

Éramos aproximadamente 15 pessoas. Lembro-me de ver cada pessoa a entrar, com um misto de esperança e incerteza estampados nos seus rostos. Quase toda a gente ali era estreante. Apenas três de nós éramos repetentes.

O que destacou este círculo de qualquer outro que tenha experienciado, foi o facto de cada pessoa ali presente ter aparecido propositadamente por outra pessoa. Neste grupo de amigos, dois dos membros tinham cancro. A comunidade reuniu-se, tendo ouvido que o Om Chanting talvez os pudesse ajudar. Os dois estavam ali um pelo outro, e todos os demais estavam ali por eles. Não tenho a certeza de quantas pessoas tinham fé nesta prática, mas acredito que todos estavam dispostos a tentar quase tudo para ajudar os seus amigos.

Fizemos dois círculos naquela noite. Um por cada homem. Eles sentaram-se no centro, deixando que a bênção do OM Chanting se derramasse sobre eles. Parecia que o tempo tinha deixado de existir. Passou de uma forma que parecia que não tinha passado de todo. Enquanto comunidade, pegaram nos homens que estimam e realizaram esta prática exclusivamente para eles.

Aprendi duas lições básicas naquela noite.

Uma:

O serviço é altruísta, o verdadeiro sentido da palavra. Quando fazemos OM Chanting com o foco no serviço altruísta, mergulhamos ainda mais na prática. Abrimo-nos assim às infinitas possibilidades que o OM Chanting nos pode oferecer.
 

Dois:

Não tenhas expectativas. Esta comumidade tinha esperança, certamente, mas tinham uma noção limitada do que esperar da prática. Eles vieram sabendo apenas que o OM Chanting poderia ajudar os seus amigos, mas sem essa certeza. De que forma essa ajuda se faria sentir era um enigma para todos.

Eles entoaram desde o ponto de vista da esperança e do amor. Ao fazê-lo, eles abriram-se, tornando-se receptivos a quaisquer que fossem os resultados. Aparentemente eles compreenderam que esta prática não lhes devia nada. E eles estavam receptivos a qualquer que fosse o resultado.

A noite terminou vagarosa e tranquilamente. A vibração do OM parecia aibda soar nos nossos ouvidos. Foi com uma certa relutância que as pessoas regressaram às suas vidas. Cada um parecia ter um pouco mais de esperança e um semblante mais leve do que quando chegaram.

Desde este OM Chanting, um senhor desencarnou. Pouco antes de partir, ele contou a um amigo que após o OM Chanting, ele deixou de temer a morte. Foi com essa bênção que ele partiu em paz.

O outro senhor entrou em remissão e parece estar a dar-se bem.

É o meu maior desejo para todos os participantes do OM Chanting, que encontrem na prática este lugar de amor e serviço. É aqui que se pode estar aberto às ilimitadas possibilidades do OM Chanting. 


Blog »