Vencendo a solidão no caminho espiritual

Thumbnail

Com quem podemos compartilhar nossas tribulações e provações, à medida que buscamos continuamente a transformação pessoal e o progresso espiritual no meio do mundo cotidiano impulsionado materialmente? A quem podemos recorrer para nos ouvir  pacientemente e sem julgamento? Quem pode compartilhar livremente experiências pelas quais  passaram e que podem ajudar em nossa jornada?

A comunidade Bhakti Marga Sadhana é onde eu posso encontrar pessoas para extrair força e inspiração. As amizades são rápidas e essas interações me lembram cada vez mais a presença regular do Divino em minha vida.

Lembro-me claramente de duas conversas com  irmãs Atma Kriya yoginis; uma da África e outra da Europa, há alguns meses.

Nota: Substituí aleatoriamente seus nomes por letras para anonimato.

 
 

Conversa com S:


S: 'Eu perdi minha calma hoje, muito diferente de mim, isto tinha acabado ...'
Eu: 'O que em particular te deixou com raiva?'
S: 'O jeito dela ou o jeito alterado dela, e constantemente batendo / espancando pessoas.'
Eu: '... então você adotou o modo mãe para proteger seu rebanho. Poderia ser visto como amor?
S: '... obrigado por me ouvir. Às vezes me sinto completamente sozinha. Não posso compartilhá-los com familiares ou amigos. Então, eu me sento diante de uma foto de Paramahamsa Vishwananda e despejo tudo.

Conversa com B:

B: "Os meninos estão crescendo rápido e estamos fazendo as coisas juntos, mas não posso compartilhar facilmente com minha extensa família de sangue".

Eu: porquê?"

B: "Eles não entendem nossos caminhos espirituais".

Soa familiar?

 

Podemos achar que nossas prioridades e a maneira como encaramos a vida em geral mudaram, e não somos capazes de nos relacionar com nossa família e amigos como costumávamos antes. Por exemplo, podemos não querer ler ou assistir às notícias do mundo que normalmente criam medo ou entretenimento trivial que não nos permitem purificar nossas mentes. Isso pode criar uma grande lacuna na maneira como nos relacionamos com nossos amigos e familiares.

 
 

Esconder dos outros nossa espiritualidade ou  o caminho escolhido não é incomum. É algo de que sou culpado há algum tempo durante os primeiros anos. Eventualmente, eu estava confortável em revelar meu caminho espiritual, mas não era o que eu pensava que seria. Foi exatamente o contrário. Eu ficava  frustrado, tentando forçar a mudança dos outros e sem entender o  por quê deles não estarem interessados ​​em 'acordar'. Apenas alguns anos atrás eu deixei as coisas seguirem seu curso natural.

 
 

Em um satsang recente, em 23 de abril de 2020, Paramahamsa Vishwananda disse: 'estamos neste mundo para espalhar o Amor de Deus. Este é o dharma universal. O que Deus lhe deu também é para ajudar outros, não pela força, mas pelo exemplo. '

 
 
 
 
 


Às vezes, porém, podemos nos encontrar sozinhos, não desejando realmente estar, mas sem ninguém a quem recorrer. Podemos nos sentir solitários e desejar estar com os outros, pois temos pouco em comum com nossos amigos e familia.

A conversa com S continua:

Eu: '... você é minha irmã iogini e eu gosto muito de você ...'

S: 'Somos uma família.'

 

A conversa com B continua:


Eu: 'Por que você não compartilha comigo? Eu gostaria disso.
B: 'claro, enviarei algumas fotos e vídeos.'

Alguns podem pensar que podem buscar a espiritualidade por conta própria, sem precisar de ninguém. Sozinho, você não pode receber o Amor, nem pode compartilhar o Amor que tem dentro de você. A comunidade é um lugar onde a partilha do amor é facilmente possível.
Alguns podem pensar que podem buscar a espiritualidade por conta própria, sem precisar de ninguém. Sozinho, você não pode receber o Amor, nem pode compartilhar o Amor que tem dentro de si. A comunidade é um lugar onde a partilha do amor é facilmente possível.

 

Paramahamsa Vishwananda menciona regularmente a importância de estar nessa comunidade.


Cada um de vocês tem uma certa experiência de vida. Cada um de vocês tem uma certa experiência ao longo do seu caminho espiritual. Vocês se reúnem para compartilhá-lo. Ao compartilhá-lo, ao se unir, o que está acontecendo? A transformação! Veja, quando todos estão separados, você se sente sozinho, deprimido e assim por diante, mas quando se reúnem, uma atmosfera diferente é criada. Há mais alegria, mais felicidade.
 

-Paramahamsa Vishwananda.

 

 

Conversa com S termina:
S: "Ok, conversamos amanhã ... preciso ir"
Eu: “Seu coração está em paz?”
S: "Sim".
É tão incrível fazer parte de uma família tão atenta e diversificada de Atma Kriya yogis de todo o mundo, eu, alegremente, penso ao ler a sua resposta.

A conversa com B termina:

Eu: "Estou ansioso por eles."

Para minha maior alegria, as fotos e os vídeos são compartilhados em intervalos regulares. Eu assisto ao vídeo de um garotinho vestido de leão rugindo e rindo enquanto pula em direção a sua mãe para abraçá-la, e penso como é maravilhoso fazer parte desses pequenos momentos,  algumas das mais profundas expressões de amor entre mãe e filho . Gosto de fazer parte ativamente da comunidade Bhakti Marga Sadhana. E você?  Faz parte da comunidade sadhana através de práticas de grupo,OM Chanting e eventos similares? Gostaria de ficar um pouco mais depois de um evento para compartilhar e aprender um com o outro? Seu professor ou organizador de sadhana ficará muito feliz em facilitar. Você só precisa perguntar!

 

Devido ao nosso clima atual no momento, em todo o mundo temos pessoas conectando-se através de plataformas on-line para praticar juntos diariamente o sadhana. Esta é a oportunidade perfeita para aprofundar o seu sadhana com o amor e o apoio de nossa comunidade mundial. Clique aqui para receber nosso newsletter contendo nossas ofertas e atualizações on-line no blog.

Você também pode nos encontrar no Facebook e no Instagram! (@bhaktimargasadhana)


Blog »